Polícia prende suspeitos de matar idoso a pauladas por dívida de R$ 100 mil

Teste de Espaço de Anúncio

Vítima havia ganhado ação judicial após problema com sócio na criação de gado.


A Polícia Civil prendeu dois homens nesta quinta-feira (22) suspeitos de matar um idoso de 81 anos por causa de uma dívida de R$ 100 mil, em Goiatuba, no sul de Goiás. Eles foram identificados como Pedro Medeiro da Costa, que confessou em depoimento o crime, e Valdeci Rodrigues Bezerra, que seria o mandante, mas nega envolvimento com o caso. O assassinato aconteceu em dezembro, e o corpo só foi localizado agora, entre duas lavouras de cana de açúcar.

De acordo com o delegado Patrick Carniel, Valdeci e a vítima – Francisco Bruno da Cruz, conhecido como Sô Chico – tinham uma sociedade: o idoso comprava gado, e o homem tinha a responsabilidade de cuidar dos animais. “O fruto desse gado seria dividido entre eles, mas o Valdeci nunca pagou. Aí o seu Francisco entrou na Justiça e ganhou a ação no ano passado.”

Ainda segundo o delegado, Valdeci teria então contratado Pedro para matar o idoso. A última vez que a vítima foi vista com vida foi em 8 de dezembro de 2017, quando dirigia o próprio carro.

“Segundo o Pedro falou, o pedido era para dar um sumiço no seu Francisco. Aí ele convidou o seu Francisco para levá-lo a uma fazenda e deu R$ 30, para o combustível. Em certo momento, pediu para ele parar, dizendo que ia fazer xixi. Aí seu Francisco também desceu, e o Pedro pegou um pedaço de pau e deu golpes na cabeça dele.”

Para o delegado, os homens suspeitavam que o crime não seria descoberto, já que o idoso morava sozinho havia anos. O homem não tem filhos e netos. A família dele é do Rio Grande do Norte. Quem denunciou o sumiço dele foi uma vizinha, que comentou que ele nunca dormia fora de casa.

“Trabalhamos com duas linhas de investigação. Aí localizamos o carro da vítima [em Bom Jesus] e questionamos o comprador, que falou que comprou de um ‘Pedro’. Fomos atrás dele e descobrimos que uma das nossas hipóteses, a da cobrança judicial, correspondia”, explica Carniel.

A localização do corpo foi apontada por Pedro, e o idoso foi encontrado nesta quinta. O delegado disse que já entrou em contato com familiares no RN para informar sobre a morte.

Os presos foram encaminhados para a Unidade Prisional de Goiatuba. Ambos vão responder por homicídio qualificado. A pena prevista para o crime, no Código Penal, varia entre 12 e 20 anos. Na casa de Valdeci foram encontradas três armas, e ele vai responder também por não ter porte – a pena varia entre um e três anos.
 G1

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.