Grileiros invadem fazenda descumprindo decisão judicial no interior de MT


Atualmente, a área de terra invadida não pertence apenas a um proprietário.


Um grupo de aproximadamente 60 pessoas invadiu a Fazenda Itaguaíra, desobedecendo e desafiando a Justiça.  Uma Decisão Judicial obtida pelo proprietário prevê multa diária de mil reais e determina que eles mantenham 10 quilômetros de distância da propriedade, que é uma área de terra escriturada e produtiva.

Atualmente, a área de terra invadida não pertence apenas a um proprietário. Cerca de 30 pessoas adquiriram pequenas áreas da fazenda. Conforme eles, o grupo de grileiros que alegam ser sem terras é formado pela grande maioria por pessoas que jamais podem ganhar terra, como por exemplo, funcionários da Prefeitura, aposentados, alguns sitiantes do Município de Reserva do Cabaçal, que colocaram suas propriedades em nome de laranjas para se beneficiarem.

Conforme os proprietários, várias pessoas que já ganharam terras do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) venderam e participam da ação, inclusive beneficiários dos assentamentos Che Guevara, Santa Rosa e outros. Vários proprietários informaram terem sidos procurados diversas vezes por pessoas que estavam organizando a invasão, e os mesmos pediram propina no valor de 80 mil reais para impedir que a terra fosse invadida.

De acordo com os proprietários, os invasores afirmam que quantas vezes forem despejados retornarão, pois sabem que nada lhes acontecerão. Eles impediram que uma guarnição da Policia Militar entrassem no local para realizar checagem das pessoas. Questionados sobre um líder do movimento e diante da ilegalidade da ação, os grileiros informaram não ter um líder.

Os proprietários que adquiriram pequenas áreas no local informaram que vão entrar com Ação na Justiça para responsabilizar criminalmente os invasores, principalmente aqueles que não enquadram na reforma agrária, com possível pedido de cancelamento de benefícios de aposentados que estão participando da invasão.

popular online 

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.