Preço do quilo da carne nos açougues de MT registra queda

Teste de Espaço de Anúncio
De acordo com o boletim divulgado, nesta segunda-feira, pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), o preço médio do quilo caiu de R$ 21,68 para R$ 20,65.
Os preços dos principais cortes de carne bovina tiveram queda de 4,79% em outubro, em comparação com o mesmo mês do ano passado, em Mato Grosso. De acordo com o boletim divulgado, nesta segunda-feira, pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), o preço médio do quilo caiu de R$ 21,68 para R$ 20,65.

A maior queda foi registrada no preço do músculo, que passou de R$ 14,87 para R$ 13,03 (-12,3%). O quilo do lagarto, que em outubro de 2016 custava R$ 20,38, caiu para R$ 18,14. O preço da picanha caiu 10%, passando de R$ 40,60 para R$ 36,50. Outro corte que teve reajuste foi a capa de filé, que deixou de custar, em média, R$ 15,46, e passou a custar R$ 14,14.

No período analisado pelo Imea, apenas dois cortes tiveram aumento. A paleta bovina, que no ano passado custava, em média, R$ 14,78, subiu para R$ 15,40, reajuste de 4,20%. O preço médio do quilo da maminha também aumentou, saindo de R$ 23,09 para R$ 23,37 (+1,25%).

No último mês, o preço médio dos principais cortes bovinos tiveram reajuste médio de 0,13% em Mato Grosso (em comparação com setembro). O maior aumento foi registrado no preço do quilo do patinho, de R$ 20,69 para R$ 21,33 (+3%). O preço do músculo, por outro lado, teve a maior queda, saindo de R$ 13,68 para R$ 13,03 (-4,7%).
Só Noticias


Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.