Homem é morto em frente a família após ser feito refém em assalto em Rondonópolis

Teste de Espaço de Anúncio
Na noite deste domingo (05), uma família foi feita refém no bairro Matias Neves ll, em Rondonópolis-MT. Um homem foi morto por um dos assaltantes antes de fugirem.

Segundo informações, um homem vestindo camisa preta de manga longa, agindo com muita violência e portando um revolver calibre .38 anunciou o assalto e prendeu todos os moradores dentro do banheiro, inclusive uma criança de apenas 6 anos de idade.

Durante a ação ele utilizava um aparelho celular e fazia contato com seu comparsa que estaria do lado de fora da residência, dizendo que estava tudo limpo e que poderiam entrar.

A Polícia Militar (PM), se deslocou até o bairro após ser solicitado via 190, recebendo denúncia de que havia um roubo em andamento. Chegando no local, se depararam com a situação.

Segundo a polícia, um dos bandidos antes de sair de casa carregando todos os pertences das vítimas, inclusive um veículo Chevrolet Onix branco, retornou ao banheiro e desferiu um tiro na nuca do homem de 33 anos, que veio a óbito no local.

Os assaltantes fugiram levando além do carro, duas televisões uma de 32 e outra de 42 polegadas, ferro de passar, notebook, micro-ondas, som portátil, iPhone, documentos, cartões e R$ 350,00 em espécie.

Em ação rápida, a PM fechou o cerco atrás dos bandidos, que em acompanhamento por alguns bairros da cidade, dispararam três vezes contra a viatura da polícia que teve a porta perfurada.

O veículo foi abandonado, junto com os pertences, já os dois envolvidos no assalto, fugiram pelo matagal, se desfazendo da arma utilizada no assalto.

 A PM fez buscas porem não encontraram nenhum dos suspeitos.

O veículo e os pertences foram encaminhados para a 1ª Delegacia de Polícia, e será entregue para família.
Fonte: Wagner Montanari/ Primeira Hora

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.