Policiais de Nova Ubiratã permanecem 6 horas em mata para capturar foragido da justiça

Teste de Espaço de Anúncio
Fotografia:Site ubirata24horas
Uma ação conjunta entre a Polícia Judiciária Civil e a Polícia Militar de Nova Ubiratã resultou na prisão do homicida confesso Carleandro da Conceição, de 26 anos. Segundo a polícia o crimisoso estava coagindo moradores, sendo que pelo menos dois deles ja haviam sido ameaçados de morte.

O criminoso, que era procurado desde a semana passada quando fugiu da Delegacia de Polícia Civil de Sorriso, foi preso nesta sexta-feira (13) numa pequena propriedade rural localizada a 40 quilômetros do distrito de Entre Rios, na divisa dos municípios de Nova Ubiratã e Feliz Natal.

Para chegar ao criminoso, os policiais utilizaram uma viatura descaracterizada e um veículo particular. Eles ainda percorreram cerca de 5 quilômetros em meio a vegetação até chegar em uma residência de madeira.

A suspeita de que Carleandro estava armado exigiu cautela por parte dos policias que permaneceram observando o suspeito, á distância, por mais de seis horas.

“Para evitar uma nova fuga ou até mesmo a reação do criminoso, nós optamos em esperar. Sabíamos que ele estava cansado e usamos isso a nosso favor para evitar um confronto direto”, afirmou o investigador de polícia Edso Borgheti que agiu em conjunto com Cabo da PM, Marcelo Silva.

Por volta das 23h os policiais decidiram invadir a propriedade rural surpreendendo o acusado que dormia em um dos quartos da residência.

Em depoimento, Carleandro da Conceição deu detalhes de como ocorreu a fuga da delegacia de Sorriso. Na ocasião o detento escapou por um buraco feito na parede de uma das celas.

Segundo ele o buraco vinha sendo cavado, há meses, por outros presos que passaram pelo local.

Depois de ter acesso a área externa da delegacia, o homicida seguiu em direção a rodovia BR-163 onde conseguiu carona até o trevo que dá acesso ao município de Vera.

A segunda carona veio de um caminhoneiro que sem saber da fuga levou o criminoso até a cidade de Feliz Natal. Com apoio de um motociclista Carleandro chegou até o distrito de Entre Riso onde foi auxiliado por comparsas.

“Nossa recomendação é que as pessoas nunca deem carona para desconhecidos. Felizmente nesse caso ninguém se feriu, mas por se tratar de um sujeito de alta periculosidade o desfecho poderia ter sido trágico”, alerta Borgheti.

 Fonte:Redação
Autor:Sirlei Maria






 ubirata24horas

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.