Pecuarista tem prejuízo de R$ 2 milhões com morte de 1,1 mil cabeças de gado

Teste de Espaço de Anúncio
Foto: reprodução
Em Água Clara – MS, o pecuarista Airton Tozzi, perdeu 1,1 mil cabeças de gado, um prejuízo de cerca de R$ 2 milhões. A causa mais provável é o Botulismo. A doença afeta o sistema nervoso e provoca paralisia no animal. Humanos também podem ser afetados.

Na próxima semana, será revelada a causa da morte dos bois, quando serão divulgados os exames laboratoriais. A morte dos gados ocorreu nesta segunda-feira (7). Os exames serão realizados no próprio Estado, mas uma segunda análise será feita por um laboratório especializado em São Paulo.

São usadas amostras da ração dos bovinos e da água consumida por eles nos exames. A gravidade do butolismo é definido em quatro graus, passando pela super agura, aguda, subaguda e crônica.


Botulismo em Animais

Quando se observa o perfil dos animais que são infectados com essa doença, percebe-se que, em grande parte dos casos, eles são criados de forma extensiva e vivem em ambientes com pouco fósforo nas pastagens. Devido à falta de fósforo, os animais passam a ter um comportamento próprio de osteofagia, comer o que aparece pela frente, inclusive carcaças.

Após a ingestão da bactéria, o animal fica contaminado e cheio de esporos no seu organismo. O passo seguinte da bactéria, após ser ingerida, é ser absorvida pelas mucosas do intestino e cair na corrente sanguínea. A partir do momento que as toxinas são liberadas na corrente sanguínea, elas passam a se ligar aos receptores do sistema nervoso periférico.

Botulismo Bovino

Com o passar do tempo e agravamento da infecção, o animal passa a ter uma paralisia mais completa, que o impede de andar. Durante este período, a infecção vai andando no corpo do animal e chegando aos membros anteriores, que são pescoço e cabeça. Quando os animais se sentem estressados, eles podem ter uma morte mais rápida. O sofrimento dos animais acometidos por Botulismo Bovino é realmente muito grande, pois depois de algum tempo, até mesmo engolir os alimentos passa a ser uma atividade difícil.

Níveis de Botulismo Bovino

A gravidade da doença está diretamente ligada à quantidade de toxinas que o animal ingeriu e pode ser dividia em quatro graus: Super aguda, Aguda, Subaguda e Crônica. Observar os animais é importante para poder perceber o aparecimento de alguns sintomas.

Entre os principais sintomas que essa doença produz, podemos citar anorexia, falta de coordenação e ataxia. Porém, o sintoma que realmente chama a atenção é o que vem logo em seguida, devido à paralisia muscular, que começa nos membros posteriores, e apesar de muitos animais ainda conseguirem caminhar, a atividade passa a ser realmente difícil.

 Fonte: Gabriel Fagundes/ Primeira Hora

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.