Caminhoneiros fecham BR's em Mato Grosso em protesto nesta terça-feira

Teste de Espaço de Anúncio
Bloqueio pode durar até 48hs diretas, isso para pressionar o governo a baixar o diesel
As rodovias federais no Estado de Mato Grosso, a BR-163, 070 e 364 devem ser bloqueadas por caminhoneiros e transportadores de todas as categorias de cargas. Os caminhoneiros fecham as vias a partir das 06:00h. A decisão foi tomada em reunião, esta tarde, na associação dos caminhoneiros.

Não foi informada a hora da liberação da pista.

No Estado está previsto o fechamento em vários pontos, como em Sinop, Matupá, Guarantã do Norte, Nova Mutum, Rondonópolis, Barra do Garças, dentre outras cidades em rodovias federais.

Apenas caminhões serão impedidos de transitar, já os oficiais, ambulâncias, veículos de passeio, ônibus, motos estarão liberados a passar. O objetivo do movimento é demonstrar a insatisfação com o aumento do valor dos impostos sobre os combustíveis.

O presidente da Associação de Seguros dos Caminhoneiros em Sorriso, Alexandre Schuroff, criticou o Governo Federal, disse que os profissionais não estão aguentando mais pagar o valor do combustível com o novo reajuste. “ Os preços estão um absurdo. Ninguém aguenta mais pagar. Também protestamos contra o corte de verbas para à Polícia Rodoviária Federal. Estão abandonados. Hoje os policiais vieram para a reunião com um carro particular porque não tinha viatura”, declarou.

Os bloqueios também devem ocorrer em rodovias de pelo menos 5 Estados e o reajuste autorizado pelo governo no PIS e Cofins é para arrecadar mais dinheiro devido a grave déficit que a União tem.


O Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de Mato Grosso (SINDMAT) informou, que o reajuste deve ser repassado, de imediato, para os contratantes e os fretes devem subir até 4%.
24 Horas News 

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.