Protesto contra aumento nos preços dos combustíveis promete trancar rodovias em Mato Grosso

 Protesto contra aumento nos preços dos combustíveis promete trancar rodovias em Mato Grosso
A população já percebe o aumento dos preços dos produtos e alimentos nas prateleiras dos supermercados.
Com o objetivo de protestar contra o recente aumento nos preços do combustíveis, transportadores devem começar um movimento de paralisação e protestos pelas rodovias do Estado de Mato Grosso a partir do dia 1º de agosto (terça-feira).
Os trabalhadores e as entidades que reapresentam a classe contestam o aumento nas alíquotas que incidem sobre os combustíveis, anunciados pelo Governo Federal na quinta (20/7). O aumento incide sobre a gasolina, diesel e etanol.
A população moradora de Cuiabá, capital de MT, está pagando uma média de R$ 0,60, a mais por cada litro de combustível. O valor é acima do previsto pelo governo.
O líder do Movimento dos Transportadores de Grãos e Derivados (MTG), Gilson Baitaca, ressalta que não são, somente os proprietários de veículos automotores , que sentiram o aumento na hora de abastecer, os afetados com o aumento, mas também a população que é consumidora, e irá perceber as altas dos preços dos produtos e alimentos que precisam ser transportados por caminhoneiros para chegar até o consumidor final.
Os organizadores do movimento devem paralisar trechos da BR-163, na região entre Rondonópolis e Matupá; da BR-070, que interliga Barra do Garças e Goiás e da BR-364.

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.