PF deflagra operação e cumpre cinco mandados de prisão contra traficantes de cocaína; 937 quilos e avião apreendidos

Cinco mandados de prisão estão sendo cumpridos pela Polícia Federal (PF) na manhã desta quarta-feira (19), quando foi deflagrada a ‘Operação Transbordo’, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa voltada à prática do tráfico interestadual de cocaína. As detenções ocorrem em quatro cidades de Mato Grosso e três de São Paulo. No total, foram apreendidos 937 quilos de pasta base da droga.
 Conforme as informações da assessoria, além dos cinco mandados de prisão, também estão sendo cumpridos outros cinco mandados de busca e apreensão. Ainda estão sendo realizadas oitivas de investigados que já foram presos no curso da investigação. As investigações tiveram início há aproximadamente cinco meses e estavam baseadas em Várzea Grande (MT).

Os cumprimentos dos mandados ocorrem em Cuiabá (MT), Várzea Grande (MT), Tangará da Serra (MT), Rondonópolis (MT), São Carlos (SP), Pedreira (SP) e São José do Rio Preto (SP). De acordo com as informações, a droga era obtida na região de Cáceres (MT) e tinha como principal destino o estado de São Paulo.

Ainda durante as investigações, foram lavrados três autos de prisão em flagrante que resultaram na prisão de nove pessoas. No total, foram apreendidos 937 quilos de pasta base de cocaína, uma aeronave e diversos veículos utilizados no transporte da substância ilícita ou adquiridos com valores provenientes do tráfico.

A Terceira Vara Criminal de Várzea Grande (MT) determinou o bloqueio de contas bancárias utilizadas pelos investigados, além do sequestro de bens.


*O nome da operação refere-se ao modus operandi utilizado pela organização criminosa de baldear a carga ilícita até o destino final.


Olhar Direto Wesley Santiago

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.