Mãe desabafa após descobrir que o filho de quatro anos assassinou cachorro da família

Foto: Pixabay Imagem meramente ilustrativa
Procurando por conselhos e indicações de outros pais, uma mãe publicou no site destinado a assuntos sobre filhos e criação inglês "Mumsnet" um desabafo sobre seu filho. Segundo contou a mulher, que não teve a identidade revelada, ela ficou em choque ao descobrir que o filho, de apenas quatro anos, havia matado propositalmente o cachorro da família.

De acordo com seu relato em um fórum da página, após encontrar o animal morto no quintal e olhar as câmeras de segurança da casa, ela descobriu que o menino havia jogado o animal da janela. "Ele instantaneamente disse que foi ele com uma voz calma. Eu não lidei com a punição da maneira correta. Provavelmente eu traumatizei ele", desabafou ela.

"Eu comecei a gritar com ele enquanto lágrimas escorriam dos meus olhos porque eu estava triste pelo cachorrinho. Ele parecia muito triste com os olhos vermelhos, mas não de lágrimas", completou a mãe, pedindo conselhos e preocupada em saber se a atitude do filho demonstrava algum traço de distúrbio. A repercussão foi tanta que o site apagou a publicação.

De acordo com pesquisa realizada pelo "Metro.uk", um artigo publicado pela psicóloga Joni R. Johnston explica que, embora possa assustar muitos pais, atos de crianças contra animais não significa, necessariamente, que elas tenham inclinações violentas. Para a especialista, crianças com idade até seis não têm maturidade para diferenciar animais de brinquedos.


"Particularmente com crianças pequenas, cujo curiosidade natural pode levar a algumas experiências desagradáveis para os seus animais de estimação, é normal não forçar a barra em um lapso de julgamento enquanto continuar a educação sobre o tratamento humano sob os animais. Ato de violência cometido contra um animal não é um sinal de que uma pessoa vai passar a ser um maníaco homicida", escreveu.

Fonte: RedeTV! 

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.