Gêmeas que sumiram por dois dias em MT aparecem, mas não revelam paradeiro

Desaparecidas desde domingo (23), em Ribeirão Cascalheira, as gêmeas Tiffany e Steffany voltaram para casa nesta terça-feira (25).

As adolescentes não explicaram onde estavam neste período; “Elas chegaram mudas. Não falam nada. Não querem conversar, só ouvem e choram quando são pressionadas", disse a madrasta.
As gêmeas Tiffany e Steffany Moreira Campos, de 16 anos, desaparecidas desde domingo (23), voltaram para casa no início da tarde desta terça-feira (25), após grande repercussão do caso, por meio de divulgação do  e outros veículos de comunicação.

As irmãs, que moram na Irlanda com a mãe, estão em Ribeirão Cascalheira (891 km ao Leste de Cuiabá), onde passam as férias na casa do pai, que desde a noite de domingo procurava por elas.

“Elas chegaram mudas. Não falam nada. Não querem conversar, só ouvem e choram quando são pressionadas. Acho que estavam na casa de um adulto e elas temem que a pessoa seja punida”, disse a madrasta das garotas.
De acordo com informações, elas teriam saído da casa do pai sem levar dinheiro e roupas. Por dois dias a famíla ficou sem qualquer comunicação com as adolescentes.

A madrasta das meninas, Vilma de Oliveira, falou ao  que elas não apresentam ferimentos. Desde que voltaram as garotas ainda não teriam esclarecido onde estavam nesse período em que ficaram desaparecidas, e nem o motivo que as levou a isso.

Segundo Vilma, elas teriam levado um celular, mas não atenderam as ligações e não responderam as mensagens enviadas a elas.

“Elas chegaram mudas. Não falam nada. Não querem conversar, só ouvem e choram quando são pressionadas. Acho que estavam na casa de um adulto e elas temem que a pessoa seja punida”, disse Vilma, que se sente aliviada com o retorno das garotas para casa.

A família agora vai tentar esclarecer o que aconteceu e agradece por eleas terem voltado sem nenhuma marca de agressão.

“Graças a Deus elas estão bem, com aparência boa. Creio que se alimentaram e dormiram por onde elas estavam”, concluiu a madrasta.

Entenda o caso

As irmãs Tiffany e Steffany saíram de casa no domingo por volta de 22 horas e não foram mais encontradas pelos familiares. A última vez que foram vistas foi em uma avenida da cidade, por volta de 23 horas.

Desde então elas não atendiam e nem respondiam as mensagens enviadas à elas.

Os familiares registraram o desaparecimento delas na delegacia da cidade e fizeram mobilização na internet para tentar conseguir pistas do paradeiro das adolescentes.


Os familiares acreditam que as garotas não tenham envolvimento com drogas, bebidas, nem jogos de azar ou jogos mortais, que pudessem fazer com que elas fugissem de casa.

RepórterMT/Reprodução.


Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.