Famílias ocupam fazenda do ministro da agricultura Blairo Maggi

Foto: Rede social Famílias ocupam fazenda do ministro da agricultura Blairo Maggi
Cerca de 1 mil famílias ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) ocuparam, na manhã desta terça-feira (25), uma fazenda localizada às margens da BR-163, próximo do terminal da ferrovia Norte Sul, em Rondonópolis (MT). A propriedade é do Grupo Amaggi, pertencente à família do ministro da agricultura Blairo Maggi (PP).

Conforme o movimento, o ato faz parte da chamada Jornada Nacional de Luta pela Reforma Agrária proposta em todo o Brasil pelo MST, no Dia do Trabalhador Rural. Além das ocupações de fazendas para cobrar sua destinação para a Reforma Agrária, o MST garante que segue em vigília pela democracia até 2 de agosto, quando será julgada pela Câmara Federal a denúncia de corrupção contra o presidente da República Michel Temer.

"Os latifundiários que possuem estas áreas são acusados, no cumprimento de função pública, de atos de corrupção, como lavagem de dinheiro, favorecimento ilícito, estelionato e outros. O MST também se posiciona pelo afastamento imediato de Michel Temer da presidência", destaca oficialmente o movimento.

Sustentam os manifestantes, ainda, que o ministro tem apoiado, através da bancada ruralista no Senado, as contrarreformas trabalhistas e previdenciária provocando um retrocesso histórico nas condições de trabalho e previdenciária da classe trabalhadora. "Estamos mobilizados, para denunciar e lutar contra esse governo Temer que junto a bancada ruralista estão loteando o Brasil para os estradeiros e de montando a reforma agrária, privatizando os lotes e legalizando a grilagem de terra, grilagem é crime e eles querem legalizar o crime", denuncia o membro da coordenação nacional do MST, Alexandre Conceição.

"Estamos lutando pela desapropriação de terras para assentar as mais de 130 mil famílias e nela produzir alimento saudável na agroecologia e gerar empregos no campo", complementa o dirigente.

A assessoria de Maggi confirma que a fazenda pertence ao grupo e deve se pronunciar sobre o caso nas próximas horas.

Foto: Rede social Famílias ocupam fazenda do ministro da agricultura Blairo Maggi

Primeira Hora

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.