SP proíbe fábrica da Sufresh de vender produtos

Teste de Espaço de Anúncio
Fabricante da Sufresh é acusada de não repassar 90 milhões de reais em débitos de ICMS ao Estado
Empresa é acusada de não repassar 90 milhões de reais em tributos ao Estado de São Paulo.
A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo deflagou na manhã desta quinta-feira a Operação Doce Alerta, que suspendeu a comercialização dos produtos da empresa WOW Nutrition, que fabrica os sucos Sufresh e Soyos e os chás Feel Good.

A companhia é acusada de não repassar cerca de 90 milhões de reais em débitos de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) ao Estado. Com a infração, de acordo com a Fazenda, a WOW Nutrition conseguia atuar com um capital de giro maior e ganhar mercado dos concorrentes.

A sede da empresa, em Caçapava, interior de São Paulo, não foi lacrada pelo órgão. No entanto, até a quitação da dívida, a empresa fica proibida de emitir notas fiscais. Ou seja, a empresa pode continuar fabricando os produtos, mas sem comercializá-los.

A Fazenda vem investigando irregularidades da companhia desde 2014, quando a WOW Nutrition deixou de cumprir com as obrigações tributárias.

A Fazenda pretende averiguar se, além do comportamento inadimplente do contribuinte, há sonegação fiscal nas operações da WOW Nutrition, que pode elevar o valor da dívida.


Procurada, a WOW Nutrition afirmou que ainda não tem informações sobre a operação e que até o momento a fábrica funcionava normalmente.
VEJA

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.