Morte de peixes no rio Teles Pires prejudica atividade pesqueira

Teste de Espaço de Anúncio
Um requerimento cobrando uma operação de fiscalização no Rio Teles Pires foi encaminhado
Alto índice de peixes mortos no rio Teles Pires fez com que o vereador Alencar Pereira (DEM) encaminhasse à Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema) e ao Ministério Público de Colíder um requerimento cobrando uma operação de fiscalização no Rio Teles Pires, no trecho atingido pela barragem da usina hidrelétrica do município.

"O objetivo é levantar a responsabilidade pelo grande índice de mortalidade de peixes na região, o que compromete o meio ambiente e prejudica a atividade pesqueira econômica e esportiva", justifica Alencar.

Para o vereador, essa situação deve-se à omissão das autoridades ligadas ao meio ambiente, que não fiscalizam e deixam o rio Teles Pires à mercê descaso. "Em pleno século 21, com toda a tecnologia disponível, acontecer o que está acontecendo é uma irresponsabilidade, uma incompetência de todos os setores do Estado. É um absurdo", desabafa.

Alencar também chama o Ministério Público para a responsabilidade. "Vemos toda a sociedade de braços cruzados. Não podemos aceitar uma coisa dessas. É uma injustiça você ver aqueles peixes que poderiam alimentar os nossos companheiros rodando mortos rio abaixo, como se fosse nada, parecendo algo comum".

Segundo Alencar Pereira, além de prejudicar a fonte de renda dos pescadores, a morte de peixes também inibe o turismo e as atividades de lazer no rio Teles Pires. "As pessoas estão perdendo a vontade de ir até esse rio nosso, que é tão bonito. O que você vê lá é um cemitério a céu aberto de peixes", lamenta.
24 Horas News


Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.