Bandidos que mataram tenente podem desistir de fuga por fome; segundo Coronel Heverton Mourett

Teste de Espaço de Anúncio
Foto: Midia News
O coronel avaliou que os alimentos podem ficar escassos, o que os obrigaria a sair do esconderijo.
O diretor operacional da Polícia Militar, coronel Heverton Mourett, afirmou que os dois bandidos que estão escondidos em uma mata na BR-080, próximo à cidade de Peixoto de Azevedo (691 km ao Norte de Cuiabá), podem desistir da fuga por cansaço ou por fome.

A dupla é suspeita de participar da morte do tenente do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Carlos Henrique Scheifer, no último dia 13 de maio, durante um confronto no interior do Estado.

Em entrevista, o coronel avaliou que os alimentos podem ficar escassos, o que os obrigaria a sair do esconderijo.

"Nós acreditamos nisso. Partirmos da premissa que o alimento pode ficar escasso ou acabar. Então, eles serão obrigados a sair da mata e buscar sedes de pequenas propriedades rurais em busca de alimentos", afirmou Mourett.

Segundo Mourett, a policia presume que os bandidos estejam consumindo alimentos não perecíveis, além de farinha e rapadura, por serem de fácil transporte. Eles estão escondidos na mata há 11 dias.

Até o momento não há novas pistas sobre o caso, mas a PM continua na região. Cerca de 100 oficiais estão atuando nas buscas.
O coronel ainda não tem previsão de quanto tempo as buscas irão durar.

"Os oficiais estão comandando as operações relacionadas às suas respectivas funções. Existem patrulhas de rodovias vicinais, existem barreiras e bloqueios, existem também patrulhas nas matas", disse o PM.
 
A quadrilha

No último dia 12 de maio, uma quadrilha planejava assaltar uma agência bancária na região de Peixoto de Azevedo.

O roubo foi impedido pela PM, que já os monitorava há três meses.

No dia seguinte, pela manhã, os policiais receberam informações da localização da quadrilha.

Houve confronto e um deles morreu e outros três foram presos.

O trio preso informou onde os outros quatro membros da quadrilha estavam e, na busca, houve um novo confronto, em que o tenente Carlos Henrique Scheifer foi atingido com um tiro de fuzil AK-47 e morreu antes de chegar à unidade médica.

No dia 14, a Polícia Militar montou uma operação para prender os assaltantes e, desde então, estão à procura deles.

No dia 15 um dos quatro bandidos foi morto em novo confronto.

No dia 17 outro assaltante também foi morto em confronto com a Polícia Militar do Estado de Goiás, na cidade de Campinorte.

Os dois bandidos restantes estariam escondidos em uma mata na região de Peixoto de Azevedo até o momento.


Fonte: Midia News

Nenhum comentário:

Todos os recados postados neste mural são de inteira responsabilidade do autor, os recados que não estiverem de acordo com as normas de éticas serão vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros.

Tecnologia do Blogger.