Notícias Gerais
Medida, chamada de requisição de bens, já havia sido anunciada pelo governo nesta sexta e, segundo ministro, só seria tomada se houvesse necessidade. Greve dos caminhoneiros chegou ao 6º dia.

Alan Santos/PR
O presidente Michel Temer editou neste sábado (26) um decreto que permite ao governo assumir o controle de caminhões para desobstruir as rodovias (leia a íntegra do decreto mais abaixo).

A medida, chamada de requisição de bens, já havia sido anunciada pelo governo nesta sexta (25) e, segundo o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, só seria tomada se houvesse necessidade.

A greve dos caminhoneiros chegou ao sexto dia neste sábado. A categoria protesta em todo o país contra o aumento no preço do óleo diesel.

O decreto de Temer estabelece: "Fica autorizada a requisição, pelas autoridades envolvidas nas ações de desobstrução de vias públicas determinadas pelo Decreto nº 9.382, de 25 de maio de 2018, dos veículos particulares necessários ao transporte rodoviário de cargas consideradas essenciais."

A requisição de bens é amparada no artigo 5º da Constituição, inciso XXV, que prevê que "no caso de iminente perigo público, a autoridade competente poderá usar de propriedade particular, assegurada ao proprietário indenização ulterior, se houver dano".

Desobstrução de vias


Na noite de sexta-feira (25), o governo publicou outro decreto, que autorizou o uso das Forças Armadas em todo o território nacional para a desobstrução vias públicas federais.

Esse decreto previu o emprego de militares, até o dia 4 de junho, em situações de perturbação da ordem pública e também ações de desobstrução de vias.

Além disso, a medida publicada na sexta autorizava: a remoção ou condução de veículos que estiverem obstruindo a via pública; escolta de veículos que prestem serviços essenciais ou transportem produtos considerados essenciais; garantia de acesso a locais de produção ou distribuição desses produtos; e medidas de proteção para infraestruturas consideradas críticas.

O decreto autorizou ainda a atuação das Forças Armadas na desobstrução de vias públicas estaduais, distritais e municipais, desde que solicitado pelo prefeito ou governador, e se demonstrado a insuficiência da Polícia Militar local para a liberação das pistas.

Proposta de acordo

Após uma reunião de mais de sete horas no Palácio do Planalto, na quinta-feira (25), governo e representantes dos caminhoneiros anunciaram uma proposta de acordo para suspender a paralisação da categoria por 15 dias.

Com a paralisação, postos têm ficado sem gasolina, diversos produtos não estão chegando aos supermercados e falta querosene em aeroportos, por exemplo.

Na reunião da quinta, o governo propôs, entre outros pontos, manter a redução de 10% do diesel nas refinaria e reajustar o preço do combustível com periodicidade mínima de 30 dias.

Essa operação, de acordo com o Ministério da Fazenda, custará à União R$ 4,9 bilhões até o fim deste ano. O valor deverá ser repassado à Petrobras a título de compensação.

Desde que a proposta foi apresentada, caminhoneiros continuam nas rodovias. Mas a Associação Brasileira de Caminhoneiros, diz que representar cerca de 650 mil integrantes da categoria, já pediu que os motoristas não obstruam as estradas.

Íntegra

Leia abaixo a íntegra do decreto:

DECRETO Nº 9.385, DE 26 DE MAIO DE 2018

Autoriza a requisição de veículos particulares necessários ao transporte rodoviário de cargas consideradas essenciais pelas autoridades envolvidas nas ações de desobstrução de vias públicas determinadas pelo Decreto nº 9.382, de 25 de maio de 2018.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84,caput, incisos VI, alínea "a", da Constituição, e tendo em vista o disposto no art. 5º,caput,inciso XXV, da Constituição,

DECRETA:

Art. 1º Fica autorizada a requisição, pelas autoridades envolvidas nas ações de desobstrução de vias públicas determinadas pelo Decreto nº 9.382, de 25 de maio de 2018, dos veículos particulares necessários ao transporte rodoviário de cargas consideradas essenciais.

Parágrafo único. O Ministro de Estado da Defesa poderá requisitar para a condução dos veículos a que se refere o caput,desde que possuam a habilitação específica exigida pela legislação de trânsito:


I - servidores de qualquer órgão ou entidade da administração pública; e

II - militares das Forças Armadas.

Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 26 de maio de 2018, 197º da Independência e 130º da República.

MICHEL TEMER

Joaquim Silva e Luna

Eliseu Padilha

Fonte: G1
Dois caminhões do Choque e mais de 15 viaturas estão no local. Parte dos caminhões começaram a deixar o local por volta das 17h30.
Policiais da Tropa de Choque chegam ao local de bloqueio de caminhoneiros no Rodoanel (Foto: Reprodução/TV Globo)
Policiais da Tropa de Choque chegam ao local de bloqueio de caminhoneiros no Rodoanel (Foto: Reprodução/TV Globo)

Após seis dias de manifestação, policias do Batalhão de Choque seguiram pelo Rodoanel em direção ao trecho que está sendo bloqueado pelos caminhoneiros por volta das 17h10 deste sábado (26), em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

Dois caminhões do Choque e mais de 15 viaturas estão no local. Eles se reuniram no posto da concessionária SPMAR, na altura do km 68 do Rodoanel, e seguiram para o local. Com a chegada da polícia, os manifestantes sentaram no canteiro central.

Os policiais passaram o bloqueio, fizeram o retorno e se posicionaram no sentido contrário, no sentido Imigrantes. A pista foi totalmente bloqueada para carros de passeio.


Por volta das 17h30, sem conflito, pequenos caminhões começam a deixar o Rodoanel.
Policiais do Choque chegam ao Rodoanel onde pista está interditada pelos caminhoneiros (Foto: Reprodução/TV Globo)
Policiais do Choque chegam ao Rodoanel onde pista está interditada pelos caminhoneiros (Foto: Reprodução/TV Globo)

Policiais do Choque chegam ao Rodoanel onde pista está interditada pelos caminhoneiros (Foto: Reprodução/TV Globo)
Policiais do Choque chegam ao Rodoanel onde pista está interditada pelos caminhoneiros (Foto: Reprodução/TV Globo)
Por Cesar Galvão, TV Globo


Mais uma pessoa foi atacada por cachorro em Colíder. O fato ocorreu no final da tarde de ontem, no bairro Boa Esperança.

Um senhor estava passando na rua, quando um cachorro sem raça definida, de porte grande, o atacou. Populares informaram que é um cachorro “de rua”, ou seja, sem dono.

O Corpo de Bombeiros atendeu a vítima que foi encaminhada para o hospital. Conforme Nortão Online já informou, na noite de quinta=feira uma mulher de 58 anos foi atacada por dois cães da raça pitbull próximo ao hospital regional.

Ela teve vários ferimentos e até final da tarde de ontem, permanecia internada.


Fonte: Nortão Online
Caminhoneiros pedem intervenção militar e afirmam que não saem 'enquanto governo não cair';  vídeo

Um grupo de caminhoneiros paralisado no Distrito Industriário, em Cuiabá, na BR-364, afirma que o foco da manifestação mudou, e pede intervenção militar. Segundo eles, a questão vai muito além do preço dos combustíveis, e os manifestantes não vão sair de lá “enquanto não cair o governo”.


Os caminhoneiros já estão em protesto há cinco dias. O governo federal anunciou, na noite da última quinta-feira (24), uma proposta para suspender a greve dos caminhoneiros por 15 dias. Porém, nesta sexta-feira (25) os manifestantes continuam a bloquear pelo menos 26 trechos de rodovias federais que cortam Mato Grosso. Em outros Estados, a situação é a mesma. Vale lembrar que diversos serviços foram suspensos ou reduzidos por conta da falta de combustível. O protesto já dura cinco dias e tem reflexos em diversos setores.

Os caminhoneiros localizados na BR-364, em Cuiabá, se dizem autônomos, sem ligação com nenhum sindicato, e que a questão não é só o preço do combustível, mas que eles querem ‘derrubar’ o governo, e pedem por intervenção militar.

“Combustível é conversa fiada do governo. O governo faz uma proposta e diz que é um acordo, isso não existe! Proposta é proposta, acordo é acordo. Ninguém aceitou a proposta do governo”, disse um deles.

“Aqui não queremos acerto, combustível, mais nada. Queremos que saia esse bando de ladrão e entre isso aqui, ó [apontando para a faixa ‘Intervenção Militar já!] pra população inteira, não é só pra caminhineiro não”, afirma outro. “Há 4 dias estamos aqui, não vamos abrir mão. Segunda-feira o governo cai, não tem o que fazer”, finaliza.


Veja o vídeo:



Entenda

Os caminhoneiros estão passando dia e noite nos pontos de bloqueio. A comida e água que recebem, são de doações. Além disto, acrescentaram que só pretendem desmobilizar o movimento quando o problema for resolvido.

Na manhã da última quarta-feira (23), o presidente Michel Temer se reuniu com ministros para discutir a greve dos caminhoneiros, que acontece em todo o país. A conversa ocorre no dia seguinte ao anúncio da Petrobras de redução de 10% no valor do diesel nas refinarias por 15 dias. Com esta decisão, o governo espera conseguir negociar com o movimento dos caminhoneiros, que se queixam do preço final do diesel.

Em razão da greve dos caminhoneiros que paralisaram o transporte e o consequente bloqueio nas bases de distribuição, o abastecimento nos postos está comprometido. Com a falta de produto em alguns estabelecimentos, os usuários passam a procurar outros. Além disto, o medo de que acabe o combustível também aumenta a demanda, o que pode esgotar todas as reservas dos postos.
 
A mobilização foi proposta pela Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) e iniciou na manhã desta segunda-feira (21). Em razão dos pesados impostos e do baixo valor dos fretes, a categoria afirma que enfrenta uma grave crise e articula ações em todo o país para evidenciar o descontentamento com a atual política econômica. A PRF mantêm o diálogo com os caminhoneiros.
Entenda

Os caminhoneiros estão passando dia e noite nos pontos de bloqueio. A comida e água que recebem, são de doações. Além disto, acrescentaram que só pretendem desmobilizar o movimento quando o problema for resolvido.

Na manhã da última quarta-feira (23), o presidente Michel Temer se reuniu com ministros para discutir a greve dos caminhoneiros, que acontece em todo o país. A conversa ocorre no dia seguinte ao anúncio da Petrobras de redução de 10% no valor do diesel nas refinarias por 15 dias. Com esta decisão, o governo espera conseguir negociar com o movimento dos caminhoneiros, que se queixam do preço final do diesel.

Em razão da greve dos caminhoneiros que paralisaram o transporte e o consequente bloqueio nas bases de distribuição, o abastecimento nos postos está comprometido. Com a falta de produto em alguns estabelecimentos, os usuários passam a procurar outros. Além disto, o medo de que acabe o combustível também aumenta a demanda, o que pode esgotar todas as reservas dos postos.
 
A mobilização foi proposta pela Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) e iniciou na manhã desta segunda-feira (21). Em razão dos pesados impostos e do baixo valor dos fretes, a categoria afirma que enfrenta uma grave crise e articula ações em todo o país para evidenciar o descontentamento com a atual política econômica. A PRF mantêm o diálogo com os caminhoneiros.




Olhar Direto
Temer diz que governo acionou 'forças federais' para desbloquear estradas
Ele disse que 'minoria radical' insiste na paralisação, apesar do acordo do governo com caminhoneiros. Segundo ministério, caminhões não poderão ficar nem nos acostamentos.
O presidente Michel Temer disse nesta sexta-feira (25), em pronunciamento no Palácio do Planalto, que acionou forças federais para desbloquear estradas, ocupadas por caminhonheiros em greve.

Temer optou por acionar as forças federais depois de se reunir com ministros para uma “avaliação de segurança” no país, já que a greve dos caminhoneiros continuou, apesar do acordo firmado entre governo e representantes da categoria na noite de quinta (24).

Segundo a assessoria do Ministério da Segurança Pública, as forças federais incluem Exército, Marinha, Aeronáutica, Força Nacional de Segurança e Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O governo informou que já entrou em contato com governadores, para que as polícias militares também sejam utilizadas na operação para desbloquear rodovias estaduais.

Em razão da paralisação, faltam alimentos em supermercados e combustível em postos de gasolina. O transporte coletivo em diversas cidades foi afetado, indústrias pararam atividades e voos começaram a ser cancelados por falta de combustível nos aeroportos.

“Comunico que acionei as forças federais de segurança para desbloquear as estradas e estou solicitando aos senhores governadores que façam o mesmo.”

Temer disse que tomou a decisão para evitar desabastecimento generalizado para a população.

“Não vamos permitir que a população fique sem gêneros de primeira necessidade. Não vamos permitir que os hospitais fiquem sem insumos para salvar vidas. Não vamos permitir que crianças sejam prejudicadas pelo fechamento de escolas. Como não vamos permitir que produtores tenham seu trabalho mais afetado”, afirmou Temer.

O governo vai publicar um decreto na tarde desta sexta-feira para autorizar o acionamento das forças federais.

Apesar do decreto ainda não ter sido publicado, as Forças Armadas já estão mobilizadas, segundo o governo, mas vão esperar a publicação para iniciar os trabalhos.



Ainda de acordo com a assessoria, as rodovias devem ser totalmente liberadas. Com isso, caminhoneiros manifestantes não poderão ficar nem no acostamento. Os militares vão poder entrar em caminhões, se for o caso, para retirá-los da via.

Os caminhões poderão ser apreendidos e os motoristas, presos.

O governo informou que já entrou em contato com governadores, para que as polícias militares também sejam utilizadas na operação para desbloquear rodovias estaduais.

Segundo o governo, a prioridade do desbloqueio é garantir abastecimento de combustível em seis aeroportos e duas termelétricas. Entre os aeroportos, estão Brasília, Recife, Congonhas, Confins e Porto Alegre.
Minoria radical’
Temer disse que o governo atendeu aos pedidos dos caminhoneiros, mas, segundo ele, uma “minoria radical” não quis cumprir o acordo.

“Atendemos 12 reivindicações prioritárias dos caminhoneiros, que se comprometeram a encerrar a paralisação imediatamente. Esse foi o compromisso conjunto. Esse deveria ter sido o resultado do diálogo”, disse o presidente.


“Muitos caminhoneiros, aliás, estão fazendo sua parte, mas infelizmente uma minoria radical tem bloqueado estradas, impedido que muitos caminhoneiros levem adiante o seu desejo de atender a população e fazer o seu trabalho”, completou.
Protesto de caminhoneiros na BA-526, em Simões Filho, na Bahia (Foto: Juliana Almirante/ G1)
Protesto de caminhoneiros na BA-526, em Simões Filho, na Bahia (Foto: Juliana Almirante/ G1)
Um motociclista identificado como Denílson, de 22 anos, morreu ao colidir com sua motocicleta Honda Bros na traseira de uma carreta que está para devido ao bloqueio da BR-163 em Guarantã do Norte.

Segundo as primeiras informações, o acidente ocorreu por volta das 1h15min da madrugada desta sexta-feira a aproximadamente oito quilômetros do centro da cidade de Guarantã do Norte, sentido estado do Pará.

Denílson era morador de Guarantã do Norte, casado e tinha duas filhas.

Em breve mais informações.




Por/ O Território
Caminhoneiros fazem bloqueio em diversos pontos de estradas federais e estaduais em Mato Grosso, desde segunda-feira (21) (Foto: TV Centro América)
Caminhoneiros fazem bloqueio em diversos pontos de estradas federais e estaduais em Mato Grosso, desde segunda-feira (21) (Foto: TV Centro América)
Segundo a polícia, escolta deve continuar sendo feita em caso de caminhões com insumos e cargas perecíveis. Veículos de passeio, ônibus, motocicletas têm tráfego liberado.

Caminhões carregados com milho, ração e combustível foram escoltados por equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para passarem pelos bloqueios feitos pelos caminhoneiros em greve em todo o país. Nesta sexta-feira (25), pelo menos 28 pontos das rodovias federais e estaduais do estado seguem bloqueados.

Segundo a PRF, as escoltas foram feitas na quarta-feira (23) e na quinta-feira (24), por determinação da Superintendência Regional.

Ao todo, sete carretas carregadas com milho foram escoltadas por uma viatura da PRF por cerca de 15 km na BR-163, em Diamantino, a 209 km de Cuiabá. A carga tinha como destino criadouros de aves e suínos.

Já na BR-364, em Cuiabá, os policiais deram apoio a três caminhões com combustível para aviação que precisavam seguir até o Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande, região metropolitana da capital.

Segundo a PRF, as escoltas devem continuar a ser realizadas, principalmente para os veículos com cargas de insumos para tratamento de água, remédios, produtos perecíveis, ração animal e combustíveis.

Durante a passagem pelos pontos de manifestação, as equipes têm determinando a retirada dos veículos da pista de rolamento, o que, de acordo com a polícia, tem sido atendido de modo pacífico pelos caminhoneiros em diversos pontos de concentração.


Veículos de passeio, ônibus, motocicletas e os com cargas perecíveis e vivas têm o tráfego liberado nos pontos de concentração dos manifestantes, segundo a PRF.

Fonte: G1 MT
Vigilante de supermercado que dormia em carro se assusta ao ser abordado e mata sargento da PM em MT, diz polícia
O sargento teria sido atingido na cabeça e no peito. O vigilante, identificado como Luiz Fernando Nunes de Souza, de 31 anos, foi preso em flagrante.


Um sargento da Polícia Militar foi assassinado na madrugada desta sexta-feira (25) ao ser baleado por um vigilante de um supermercado em construção, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá.

O policial foi identificado como Vilela. A situação ocorreu no pátio da construção do supermercado Tropical, no Bairro Parque Sagrada Família.
Segundo a Polícia Militar e a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Rondonópolis, o sargento foi fazer uma abordagem em um veículo que estava no pátio de um supermercado, que está em construção.
Ele estava acompanhado de um soldado da PM. O guarda do estabelecimento estava dormindo no veículo, acordou assustado ao ser abordado e atirou no policial. O sargento teria sido atingido na cabeça e no peito. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
O vigilante, identificado como Luiz Fernando Nunes de Souza, de 31 anos, foi preso em flagrante. Ele foi encaminhado para a 1ª Delegacia da Polícia Civil de Rondonópolis. O suspeito ainda deve prestar depoimento na unidade policial.


A obra fica perto da Avenida dos Estudantes e do Anel Viário de Rondonópolis. Os funcionários da obra não sabiam do ocorrido e souberam pela manhã desta sexta-feira.
O vigilante, identificado como Luiz Fernando Nunes de Souza, de 31 anos, foi preso em flagrante (Foto: DHPP/Rondonópolis)
O vigilante, identificado como Luiz Fernando Nunes de Souza, de 31 anos, foi preso em flagrante (Foto: DHPP/Rondonópolis)
Marcas de sangue onde o sargento da PM foi morto em Rondonópolis (Foto: Maycon Araújo/TVCA)
Marcas de sangue onde o sargento da PM foi morto em Rondonópolis (Foto: Maycon Araújo/TVCA)

A situação ocorreu no pátio da construção do supermercado Tropical, no Bairro Parque Sagrada Família, em Rondonópolis (Foto:  Maycon Araújo/TVCA)
A situação ocorreu no pátio da construção do supermercado Tropical, no Bairro Parque Sagrada Família, em Rondonópolis (Foto: Maycon Araújo/TVCA)
Centro Oeste news

O governo federal anunciou, na noite da última quinta-feira (24), uma proposta para suspender a greve dos caminhoneiros por 15 dias. Porém, nesta sexta-feira (25) os manifestantes continuam a bloquear pelo menos 26 trechos de rodovias federais que cortam Mato Grosso. Em outros Estados, a situação é a mesma. Vale lembrar que diversos serviços foram suspensos ou reduzidos por conta da falta de combustível. O protesto já dura cinco dias e tem reflexos em diversos setores.


O presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas no Estado de Mato Grosso (Sindmat), Eleus Vieira de Amorim, confirmou ao Olhar Agro & Negócios que os caminhoneiros continuam mobilizados: “Não aceitaram esta proposta que veio lá de Brasília (DF)”. Na última quinta-feira, vários deles ‘invadiram’ Cuiabá e foram até a frente do Palácio Paiaguás.

Nos pontos de concentração continuam com trânsito livre os ônibus, automoveis, motos, cargas vivas e perecíveis. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) tem feito escolta dos veículos que necessitem transpor os bloqueios.

Vale lembrar que o transporte coletivo de Cuiabá foi um dos afetados pela crise. A frota foi reduzida em 50% na tarde de ontem e assim deverá continuar até a chegada de combustível. Caso isto não aconteça até esta sexta-feira, o serviço pode não funcionar na segunda-feira (28), o que causaria um imenso impacto na capital mato-grossense.

Na última quinta-feira, alguns donos de postos da Grande Cuiabá informaram ao Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis de Mato Grosso (Sindipetróleo) que o estoque de combustível poderia se esgotar ainda ontem. Em pelo menos cinco cidades do interior do Estado, já há falta de produtos.
Caminhoneiros rejeitam proposta e continuam a bloquear 26 pontos de rodovias em MT 
Os caminhoneiros estão passando dia e noite nos pontos de bloqueio. A comida e água que recebem, são de doações. Além disto, acrescentaram que só pretendem desmobilizar o movimento quando o problema for resolvido.

Em razão da greve dos caminhoneiros que paralisaram o transporte e o consequente bloqueio nas bases de distribuição, o abastecimento nos postos está comprometido. Com a falta de produto em alguns estabelecimentos, os usuários passam a procurar outros. Além disto, o medo de que acabe o combustível também aumenta a demanda, o que pode esgotar todas as reservas dos postos.

A mobilização foi proposta pela Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) e iniciou na manhã desta segunda-feira (21). Em razão dos pesados impostos e do baixo valor dos fretes, a categoria afirma que enfrenta uma grave crise e articula ações em todo o país para evidenciar o descontentamento com a atual política econômica. A PRF mantêm o diálogo com os caminhoneiros.

Pontos de concentração de caminhoneiros nas rodovias do MT:

1.            BR-070, km 504, em Cuiabá
2.            BR-364, km 398, em Cuiabá
3.            BR-364, km 200, em Rondonópolis
4.            BR-163, km 119, em Rondonópolis
5.            Br-364. Km 613, em Diamantino
6.            BR-163, km 593, em Nova Mutum
7.            BR-070, km 276, em Primavera do Leste
8.            BR-070, km 282, em Primavera do Leste
9.            BR-070, km 376, em Campo Verde
10.          BR-070, km 383, em Campo Verde
11.          BR-163, km 691, em Lucas do Rio Verde
12.          BR-163, km 821, em Sinop
13.          BR-163, km 746, em Sorriso
14.          BR-163, km 1065, em Guarantã do Norte
15.          BR-174, km 288, em Pontes e Lacerda
16.          BR-364, km 1191, em Campos de Júlio
17.          BR-364, km 1120, em Sapezal
18.          BR-174, km 488, em Comodoro
19.          BR-070, km 005, em Barra do Garças
20.          BR-070, km 008, em Barra do Garças
21.          BR-158, km 564, em Água Boa
22.          BR-364, km 878, em Campo Novo do Parecis
23.          BR 158, km 130, em Confresa
24.          BR- 070, km 686, em Lucas do Rio Verde
25.          BR-364, km 269, Jaciara

26.          BR-163, km 750, em Sorriso



Olhar Direto
imagem ilustrada
Uma mulher de 58 anos foi atacada por dois cachorros da raça Pitbull ontem à noite, por volta das 19h, em Colíder.

A mulher, já de idade, ficou bastante ferida, após receber várias mordidas principalmente na cabeça e no rosto. De acordo com as informações, ela teve parte da orelha mastigada.

O fato ocorreu próximo ao hospital regional de Colíder. O Corpo de Bombeiros informou ao Nortão Online que ela estava caída na pista quando foi atendida. Foi encaminhada estável, para o hospital, após os primeiros atendimentos.

“Apresentava cortes na nuca, orelha e boca. Havia bastante sangramento mas isso é comum em ferimentos nessa região do corpo”, explicou um bombeiro.

Ainda não há informações se os cachorros estavam soltos voluntariamente ou se haviam fugido de casa. Quando os bombeiros chegaram os animais não estavam mais no local, tendo sido provavelmente recolhidos pelo dono.


Fonte: Nortão Online

Pastores, ministros e religiosos que façam uso da palavra nesses lugar sobre a questão da propaganda eleitoral.
O Ministério Público Eleitoral em Mato Grosso encaminhou aos representantes de igrejas de qualquer segmento religioso uma recomendação alertando sobre a veiculação de propaganda eleitoral nos templos. No documento, a procuradora regional eleitoral, Cristina Nascimento de Melo, ressalta a necessidade de que sejam instruídos todos os líderes, pastores, ministros e religiosos que façam uso da palavra nesses lugar sobre a questão da propaganda eleitoral.

Isto porque é vedada pela legislação a veiculação de propaganda eleitoral, seja de forma verbal, seja de forma impressa, por meio de informativos e folhetos, nos referidos templos. Nos casos em que essas proibições não sejam observadas, multas poderão ser aplicadas pela Justiça Eleitoral.

Na recomendação, a procuradora eleitoral explica que o artigo 18 da Declaração dos Direitos Humanos garante que “todo ser humano tem direito à liberdade de pensamento, consciência e religião; esse direito incluiu a liberdade de mudar de religião ou crença e a liberdade de manifestar essa religião ou crença pelo ensino, pela prática, pelo culto em público ou em particular”, mas ressalta que a liberdade religiosa não constitui direito absoluto, “de modo que a liberdade de manifestar a religião ou a convicção, tanto em local público como em privado, não pode ser invocada como escudo para a prática de atos vedados pela legislação”.

Conforme o artigo 24, inciso VIII, da Lei das Eleições (nº 9.504/97), os candidatos e os partidos políticos não podem receber, direta ou indiretamente, doação em dinheiro ou estimável em dinheiro, inclusive por meio de publicidade de qualquer espécie, proveniente de entidades religiosas. O Supremo Tribunal Federal (STF), por meio da Ação Direta de Inconstitucionalidade nº 4.650, reforça a proibição de as entidades religiosas contribuírem financeiramente para a divulgação de campanha eleitoral, direta ou indiretamente.

Já para o Tribunal Superior Eleitoral, a propaganda eleitoral em prol de candidatos realizada por entidades religiosas, ainda que de forma velada, pode caracterizar abuso de poder econômico, sendo portanto uma prática vedada. “A utilização dos recursos dos templos causam desequilíbrio na igualdade de chances entre os candidatos, o que pode atingir gravemente a normalidade e a legitimidade das eleições e levar à cassação do registro ou diploma dos candidatos eleitos”, afirma a procuradora eleitoral Cristina Melo na recomendação.


No documento, a procuradora também alerta para que a recomendação seja amplamente divulgada para todos os membros das igrejas do estado que serão candidatos a cargos eletivos em 2018 para que adotem as medidas necessárias a fim de que a legislação eleitoral vigente seja cumprida, sob pena de responsabilização conjunta.



RepórterMT



PAI PERMITIA
Segundo a garota, seu namorado J.L.S., 19 anos a estuprava quase que diariamente. O pai da menina ,J.M.S., 43 anos que preso vai responder por participação no estupro e por maus-tratos, teria permitido.
Uma garota de 13 anos sofreu na mãos de um pai violento e do próprio namorado, que vinha estuprando constantemente a menina. Os dois foram presos em Confesa.

Segundo a garota, seu namorado J.L.S., 19 anos a estuprava quase que diariamente. O pai da menina ,J.M.S., 43 anos que preso vai responder por participação no estupro e por maus-tratos, teria permitido.

O pai ao saber que a filha vinha mantendo relações sexuais com o namorado a levou até a delegacia de Confresa para fazer um boletim de ocorrência contra o futuro genro, que chegou a ser preso em sua residência.

O problema é que no decorrer das investigações, o jovem confirmou que as relações sexuais com a namorada tinham o consentimento do pai da menor e que começaram há dez dias.

A vítima foi encaminhada para exame de corpo de delito, o qual constatou o estupro. Durante o exame o médico legista percebeu alguns ferimentos no corpo da menor. Questionada, a menor revelou que o ferimento foi causado pelo pai depois de tomar conhecimento da relação sexual.

Revoltado com a situação, o pai bateu na filha com um fio de energia resultado em vários hematomas pelo seu corpo, e ainda a expulsou de casa, contou o delegado de polícia.

Com receio de ser denunciado pelas agressões físicas causadas na filha, o pai decidiu registrar a ocorrência de estupro, com intuito de se eximir da culpa pelos hematomas causados na menor.


Diante das evidências, o pai da menor foi preso em flagrante por maus tratos e também por estupro, em razão de ser o responsável pela melhor e ter autorizado o namoro da filha.

24 Horas News 


O motociclista perdeu o controle da moto e bateu na traseira do caminhão.
O motociclista Marcelo Ferreira dos Santos, de 32 anos, morreu após bater na traseira de um caminhão parado em um bloqueio da MT-130, em Paranatinga (387 km de Cuiabá), na noite desta quarta-feira (23).

De acordo com a Polícia Militar da cidade, o motociclista seguia no sentido a Primavera do Leste, quando perdeu o controle da moto e bateu na traseira de um caminhão parado no bloqueio.

O local está sinalizado por conta da manifestação dos caminhoneiros, mas o motociclista não conseguiu desviar e evitar a batida.

Equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi ao local e constatou o óbito.

Peritos da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foram ao local para coletar dados do acidente e encaminharam o corpo ao Instituto Médico Legal (IML) de Primavera do Leste, para exame de necropsia.

O motociclista era de Paranatinga e seguia para o trabalho, uma empresa que fica às margens da rodovia.

Marcelo deixou esposa e um filho pequeno.

Aos militares os caminhoneiros lamentaram o ocorrido, mas disseram que a manifestação vai continuar.


As causas do acidente serão investigadas pela Polícia Judiciária Civil (PJC).



RepórterMT/Reprodução

As cinco vítimas do acidente envolvendo um Toyota Corolla e um VW Santana, ocorrido na noite da última quarta-feira, na MT-358, próximo ao Distrito de Progresso em Tangará da Serra, foram identificadas. Entre as vítimas estão duas crianças, sendo uma de sete e outra de cinco anos. Quatro foram a óbito ainda no local e um a caminho do hospital. Ao todo, foram 15 pessoas envolvidas. 
Segundo as informações da Polícia Judiciária Civil (PJC), as vítimas foram identificadas como: Creodiomar Ferreira de Souza, 43 anos; Valmir Junior da Cruz Abreu, 07 anos; Paulo Cesar de Carvalho, 40 anos; Marina Evangelista da Cruz, 55 anos e Eloan Jackeline da Silva, 05 anos. A menor de cinco anos chegou a ser socorrida, mas foi a óbito a caminho do hospital.

Ainda conforme a Polícia Civil, dentro do Santana estavam oito pessoas, sendo que entre elas estavam três crianças (de um, cinco e sete anos). O Corolla seguia com sete pessoas, sendo que três também eram menores (de um, sete e nove anos).

A equipe médica da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Tangará da Serra informou que três pessoas estavam em estado grave.

Conforme a Polícia Militar, testemunhas apontaram que o Corolla e o Santana seguiam em sentido contrário, na rodovia estadual, quando o segundo veículo teria invadido a outra pista e causado o acidente. O choque foi bastante violento e os veículos ficaram destruídos.


O Corpo de Bombeiros precisou ser acionado para fazer a retirada de vítimas que ficaram presas nas ferragens. Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Tangará da Serra, onde passarão por exame de necropsia.


Tangará em Foco

Tangará em Foco
Um grave acidente entre dois carros de passeio matou cinco pessoas na noite de quarta-feira (23), no Distrito de Progresso, próximo a cidade de Tangará da Serra (240 km de Cuiabá). Dentre as vítimas estão quatro adultos e uma criança. Além das pessoas mortas, outras oito ficaram feridas. Os dois veículos estavam superlotados, confirmou a Polícia Militar.

Cerca de 15 pessoas se envolveram no acidente. Os militares informaram que um dos carros era ocupado por oito pessoas, sendo quatro adultos e quatro crianças. Já o outro veículo tinha cinco adultos e duas crianças. Um dos automóveis identificados na colisão era um VW Santana, mas os PMs não souberam identificar quantas pessoas haviam dentro do carro.



De acordo com os militares, o condutor do Santana seguia na contramão, quando bateu de frente com um Corolla. Segundo relatos, pessoas do veículo Toyota, ainda não identificadas, estavam vindo de um culto de uma igreja evangélica.



Com o impacto da batida, quatro pessoas morreram na hora. Uma criança chegou a ser encaminhada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas não resistiu aos ferimentos e morreu pouco tempo depois na unidade de saúde. Os nomes delas não foram revelados.



Dentre as vítimas que sobreviveram estão outras quatro crianças, sendo que duas delas estão em estado grave.



Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) e serão liberadas ainda nesta quinta para  os procedimentos fúnebres.




As causas do acidente serão investigadas pela Polícia Civil.

LUIS VINICIUS/HIPERNOTICIAS



Um total de 335 fazendas em Juara, a 690 km de Cuiabá, foram interditadas, nesta quinta-feira (23), pelo Instituto Estadual de Defesa Agropecuária (Indea-MT) por comprarem vacinas de origem duvidosa para imunizar o rebanho contra a febre aftosa.

O Indea também investiga a loja de insumos agrícolas que fez a revenda do produto. De acordo com os fiscais que estiveram no estabelecimento, a vacina estava armazenada em desacordo com as normas e não tinha certificação de origem.

Uma equipe do Indea composta por médicos veterinários e agentes fiscais se deslocou de Cuiabá para Juara para visitar os 30 pecuaristas que compraram o produto e já informaram a conclusão da vacinação. Eles vão verificar “in loco” a situação do rebanho e não descartam a possibilidade de aplicar as vacinas novamente.

No entanto, a gestora do Indea, Daniella Bueno, avalia que foi um caso pontual e que não compromete a sanidade do rebanho de Mato Grosso.

Vacinação

O calendário de vacinação nas demais regiões do estado segue sem alterações, com encerramento no dia 31 deste mês e prazo para comunicar o Indea até 11 de junho.

Aftosa

Segundo o Indea, o último caso de aftosa registrado em Mato Grosso foi em 1996. Desde então, o rebanho se mantém imune. Há sete anos, o estado mantém 99% de animais vacinados.




Fonte: G1

 Diretora da APAE de Nova Guarita, a senhora Mirian Trombetta vem em nome da diretoria agradecer a todos que foram prestigiar a XI Roda de Viola da APAE. Ela agradece em especial a todos os patrocinadores dos prêmios da rifa e dos leilões.
Quem faz este evento ser um sucesso é a população de Nova Guarita e região que abraçam a causa Apaeana e vem Prestigiar nossos violeiros (a), que fazem suas apresentações de coração. E a cada ano nos surpreendem com o carinho que cada um, faz sua apresentação. A diretora Mirian Agradece também toda sua equipe que trabalha sem medir esforços para garantir um bom evento para todos, lembrando sempre de agradecer todos que vem de outros municípios em especial a senhora Andreia e o senhor João da Serigraf de Terra Nova.
 A todos os voluntários que dedicam seu tempo para ajudar na organização e no trabalho no dia do evento. NG Noticias que faz o trabalho de divulgação e á Policia Militar que sempre está presente nos eventos da APAE.

 






 NGNOTICIAS










































































  1.  






























Vidronova vidros e decorações

Vidronova vidros e decorações
Nova Guarita fone: 98467 3121:

Agora em Nova Guarita você pode contar com Restaurante e Lanchonete Iza,

Agora em Nova Guarita você pode contar com Restaurante e Lanchonete Iza,
Restaurante e Lanchonete Iza, almoço com self-service, prato feito, prato por peso e todas as noites servindo lanches, pastéis e porções, as sextas feiras, espetinhos, sábado rodízio de caldos, e nos domingos almoço com rodízio de churrasco! Também temos sorveteria ao lado, com barcas de açaí, açaí na tigela e sorvetes em geral. Venha saborear as delicias do mais novo restaurante da Cidade, você não vai se arrepender! Ingredientes selecionados, amor no preparo e ótimo atendimento você só encontra aqui.

salão Studio mulher

salão Studio mulher
Studio mulher salão de beleza sempre cuidando da sua beleza Cortes feminino e masculino, química progressiva definitiva colagem hidratação e cauterização manicure e pé de Curi. E para você gestante ou crianças trabalhamos com a escova orgânica. Venha nos fazer uma visita E também com representação o boticário natura Avon e importados. O salão Studio mulher fica localizado NA Avenida dos migrante cento nº 911 Nova Guarita-MT

Primeiro e maior portal de notícias de Nova Guarita - MT

Primeiro e maior portal de notícias de Nova Guarita - MT

NOVATORRE CONSTRUÇÕES. Nova Guarita MT

NOVATORRE CONSTRUÇÕES. Nova Guarita MT
Entre em contato conosco e faça o seu orçamento, nosso lema é alicerçar sonhos e construir realidade. Não deixe pra depois, ligue agora mesmo (66)9624-0718 ou 8425-0106, nós temos os melhores produtos e serviços que você precisa para a sua obra

Jaykison S. Oliveira

Jaykison S. Oliveira
Agora você pode contar Jaykison S. Oliveira Contabilidade & informática: Travessa dos Parecis, 85, Setor Norte, Centro, Colider/MT Tel.: (66) 3541-468. Cel..: (66) 9614-9776 “Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.”Chico Xavier

SILKA ATESANATO DE CONCRETO

SILKA ATESANATO DE CONCRETO
Em Nova Guarita, a empresa SILKA ARTEFATOS de CONCRETO, trabalha na Fabricação de produtos de concreto; na SILKA você encontra Ofertas incríveis de Vaso para flores, Tanque De Lavar Roupa. Cochos de confinamentos para gado, comedouros e bebedouros para animais, postes padrão de energia e redes de rebaixamento, tubos de metro, de 60, 40 cm, palanques, e postinhos de cimento para cerca, calçada sextavada de várias formas e tamanhos, também prestação serviços com munck... Venha para a Silka, garantimos os melhores preços da região nos faça uma visita e traga o seu orçamento; O endereço fica na Rua das Orquídeas em Nova Guarita MT. FONE: 66 8433-8278- 9691-9728.

CONTAL CONTABILIDADE

CONTAL CONTABILIDADE
Escrita Contábil, Fiscal e Trabalhista de empresas. Escrita Fiscal para Produtor Rural. Contratos e Declarações Fiscais. Contabilidade em Geral. Fone (66) 3574 1204/ 8412 3230
Century
Century
Copyright © NG - Notícias de Nova Guarita
Nova Guarita - Mato Grosso - Brasil

Qualquer material nao pode ser publicado, transmitido, reescrito ou distribuido sem autorização

Tenha um site!